Escritos - página anexa destinada a postagem de obras autorais

15 de fev de 2014

William & Emma - Capítulo 2

Quando acordei de manhã percebi que meus familiares já haviam saído, meus pais foram trabalhar e meus irmãos foram á escola. Levantei preguiçosa e fui até o espelho, que ficava em cima de uma Cômoda azul. Assim que fiquei na frente do objeto eu pude me enxergar. Meus cabelos castanhos que iam até os ombros, com uma franja lateral, que estava um pouco grande demais, e isso fazia com que ela cobrisse meu olho esquerdo. Isso era motivo de zoação pras minhas amigas, pois elas ficavam me chamando de “emo” o que eu realmente não gostava. Meus olhos castanhos claros, a pele branca de meu rosto e do resto do meu corpo. Essa sou eu, e eu não gosto nada de mim mesma. Não, eu não me odeio, eu só não gosto de minha aparência. Meio magra demais, o que fazia meus pais reclamarem comigo ás vezes, pois segundo eles, eu não cuidava de mim mesma corretamente. Também sou meio baixinha, tenho 1,57 de altura, mas talvez isso seja normal para uma garota de apenas 15 anos. Eu tinha um jeito desengonçado, um jeito que não chamava a atenção das pessoas. Peguei a escova de cabelo laranja que estava em cima da cômoda e comecei a pentear meu cabelo, desfazendo os pequenos nós que surgiram enquanto eu durmia. Assim que terminei, coloquei a escova de volta no lugar onde ela estava, e sai do quarto, a procura de comida. Não que eu estivesse com fome, mas sim porque se eu não comesse, meus pais iriam brigar comigo, e eu não gosto nada disso. Me dirigi a cozinha, pegando um pão e colocando um pedaço de queijo dentro dele, depois disso, coloquei leite num copo de vidro vazio que estava em cima da mesa, e me dirigi ao computador, colocando os alimentos em cima da estante onde se encontrava o aparelho. Liguei o computador, fui para o facebook, e me animei ao ver que William estava online. E eu, é claro, fui falar com ele.

“Bom dia” Mandei para Will.
“Bom dia Emma” Ele me respondeu. “Como vocês está?”
“Estou bem, e você?” Respondi.
“Estou bem, mas um pouco irritado” Ao ler isso, a preocupação surgiu dentro de mim.
“Irritado porque? O que aconteceu?” Perguntei.
“É que o namorado da minha tia bateu nela, e eu fiquei com muita raiva. Acabei batendo nele.” Oh meu deus, que situação tensa.
“Puxa vida, que situação constrangedora.” Mandei para William.
“Sim. Mas ele bateu na minha tia e eu não iria deixar isto ficar desse jeito. Eu protejo as pessoas que eu amo”
“Sim, temos que proteger mesmo.”
“Sempre. Eu bateria em qualquer um que fizesse mal a alguém que eu amo, se alguém te fizesse mal, eu bateria nessa pessoa” Ok, fiquei vermelha de novo.
“Puxa, obrigada.”
“hahaha” William mandou para mim.
Escutei um pequeno barulhinho. Esse é o barulho que surge quando chega uma notificação. Cliquei no pequeno ícone das notificações e vi que William havia curtido uma foto minha.
“Obrigado pela curtida” falei.
“Você é linda Emma, eu tive que curtir” Ele respondeu, fiquei vermelha de novo.
“Obrigado”
“Você é uma garota muito legal sabia? Eu gosto muito de você.” Para William, estou ficando sem graça!
“Obrigado, eu também gosto muito de você. Haha.”
Eu recebendo elogios de um garoto de 18 anos, lindo, simpático e charmoso. Caramba! Sinto-me lisonjeada.

- - -
Quando cheguei na Academia Louis Johnson essa tarde, fui diretamente para a minha classe, e me sentei perto de minhas amigas, como sempre faço. Eu, Jane e Amy quando estávamos juntas, parecíamos um trio de loucas. Isso porque ficávamos fazendo piadinhas e rindo o tempo inteiro. Era divertido estar com minhas amigas. Elas me deixam feliz.
– E então Emma, falou com o William hoje? – Amy perguntou para mim.
– Sim, foi uma conversa agradável. Mas ele não estava totalmente bem, ele bateu no namorado da tia dele. – Falei.
– Porque? – Perguntou Jane meio assustada.
– Porque o namorado da tia dele havia batido nela, e o William não gostou disso.
– Ora, bem feito, o cara mereceu! – Falou Amy.
– É, mas não é legal ficar se metendo em brigas. O que importa é que o William está bem. – Eu disse.
– É você Jane, falou com seu namoradinho hoje? – Perguntou Amy para minha outra amiga.

Jane, assim como eu, era interessada em um garoto da internet, a diferença é que ele morava em outro estado, e o William mora em outra cidade, então as chances de eu ver o Will são bem maiores. Mas a Jane e o James – Esse é o nome do garoto – namoram, e eu não namoro com o William.
– Infelizmente não. – Falou ela com uma expressão um pouco triste no rosto.
– Vocês ainda terão a noite para conversarem. – Eu falei para ela.
– Sim, claro. – Jane respondeu.
 - - -
Estava de noite e eu e minha irmã mais velha, Helen, estávamos sentadas na minha cama, conversando. Helen pintava as unhas. Minha irmã mais velha é diferente de mim. Helen é bonita, também é magra mas não de uma forma esquisita, ela tinha um corpo bonito. Os olhos dela são verdes, e ela usa óculos de grau, pois tem problema de visão. Seus cabelos eram longos, mas eu nunca sabia dizer ao certo qual era a cor deles, se eram castanho claro ou loiro escuro. Helen era divertida, simpática e as pessoas sempre gostavam dela. Eu era a irmã sem graça.
– Me diga as novidades. – Falou Helen para mim.
– Eu conheci um garoto legal pela internet ontem. – Eu disse.
– E como ele é? Qual o nome dele?
– O nome dele é William, e ele é lindo, simpático e divertido. Ele tem os cabelos loiros, os olhos castanho claro, e ele é sarado!
– Uau! – Falou minha irmã em seguida dando uma risadinha. – É só amizade ou tem algo a mais?
– É claro que é só amizade né Helen! Eu conheci o menino ontem, seria muito estranho se já estivéssemos namorando! – Falei.
– Vocês ainda vão ter um caso, eu tenho certeza disso!
– Pare com isso Helen! – Falei meio irritada e com um pouco de vergonha.
– Que foi? Vai dizer que não quer namorar com ele?
– Já mandei você parar, eu conheço o William a pouco tempo, é claro que eu não vou estar pensando logo em namoro!
– Sei. – Falou minha irmã com um tom irônico e eu dei um tapa em seu ombro, ela riu.